quinta-feira, 10 de julho de 2014


. .
Conquista: Prescrição Biomédica


Foi publicado ontem (09/07/2014), no Diário Oficial da União, a Resolução N 241, de 29 de maio de 2014, do Conselho Federal de Biomedicina, que habilita e regulamenta o profissional biomédico esteta a prescrever medicamentos e substâncias (incluindo injetáveis e lasers),  para fins estéticos, em consonância com a sua capacitação profissional e legislação vigente. 
Para que o biomédico possa fazer prescrições, deve ser habilitado legalmente em biomedicina estética, e deverá comprovar que no seu curso de pós-graduação constava as disciplinas de semiologia e farmacologia, e “demais recursos terapêuticos e farmacológicos” a serem utilizados na área.
O Art. 3º fala sobre o que deve constar na prescrição, e que a mesma “deverá seguir as instruções contidas na RDC 67” e “demais normas regulamentadoras da ANVISA”.

Minha opinião:
 
A área de biomedicina estética é, sem dúvidas, uma das áreas onde está focada grande polêmica, principalmente envolvendo a classe médica, que tenta a muito custo impedir procedimentos e o profissional biomédico de atuar. Creio que essa é mais uma grande vitória para os biomédicos, e mesmo que não esteja envolvida com a área estética, admiro a luta dos profissionais que se sentem atraídos por ela, já que temos total condição de exercê-la.
Eu discordo, e novamente digo que aqui é uma opinião pessoal, que continue essa exigência do Conselho de somente 500 horas de estágio para a habilitação na biomedicina estética, que agora com a prescrição, dobrou a responsabilidade nas mãos dos profissionais. Concordo obviamente com a pós-graduação e com a prova de título, desde que o estágio seja com carga horária superior à exigida atualmente. Entretanto, o que me alegra é que vejo que os biomédicos que buscam essa área têm plena consciência da responsabilidade e procuram sempre uma boa qualificação, com pós-graduação e inúmeros cursos de especialização.
Sendo assim, fico imensamente feliz por essa vitória merecedora, de profissionais que estão aptos a exercerem a profissão e continuarão a atender brilhantemente os seus pacientes.


Para ler mais sobre: JusBrasil
0 comentaram

0 comentários :

Postar um comentário

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...