sexta-feira, 26 de agosto de 2011


. .
Do reino encantado ao Valor esquecido


“Quando eu crescer quero ter uma casa, um carro e ser rico.” Quem, quando criança, nunca sonhou ou proferiu palavras parecidas com estas onde nosso reino encantado perdurava em meio às nuvens de nossas imaginações? Pois é, o tempo passa, crescemos e com ele passa nossos sonhos encantados quando deixamos a fase das fantasias e nos deparamos com a corrida da vida, talvez uns mais preparados do que outros, entretanto querendo nós ou não, um dia deixamos as coisas de menino e caímos num mundo de adultos onde o sonhar não é mais um fim em si mesmo, mas o alcançar se torna o nosso objetivo de vida. Porém, alcançar o que?
“Já não se faz mais profissionais como antigamente.” Disse uma mulher ao desabafar sobre sua insatisfação com profissionais de uma grande empresa de cosméticos. Nenhum aluno de faculdade de qualquer curso começa estudar pensando o seguinte: “Um dia serei um péssimo profissional!”, muito pelo contrário, entramos em uma faculdade com pensamentos positivos às expectativas futuras em nossa vida, uma pessoa com boa consciência que visa o melhor para si se torna bom no que conquistou para si mesmo, as melhores notas, melhor destaque profissional, melhores qualificações empregatícias com melhores salários, posições, benefícios, etc. Todos nós queremos o melhor para nós, e isto é bom. Eu poderia terminar este texto agora com mais algumas linhas conclusivas, no entanto não posso deixar para trás uma palavra, substantivo que por mais que na gramática ele seja concreto, para o contexto deste texto ele é próprio, esta palavra é a palavra Pessoa.
    O mundo hoje precisa de profissionais das diversas áreas que façam jus ao significado da palavra universidade que é a união da diversidade. Será que entre nossos objetivos como: Ser bem sucedido, ter estabilidade financeira, ser o melhor em nossa área, há algum se seja relacionado a ajudar alguém? Como disse logo acima no texto, uma pessoa com uma boa consciência que visa o melhor para si se torna bom no que conquistou para si mesmo, agora uma pessoa que com uma boa consciência que visa o melhor para si e para o próximo se torna excelente naquilo que conquistou para si mesmo e naquilo em que ajudou a alguém. Quero dizer para você que o segredo de nosso completo sucesso está atrelado ao nosso serviço às pessoas. Nosso movimento deve ser equilibrado, não mais no sentido de fora para dentro, mas de dentro para fora, ou seja, a partir de nós para os outros, o que nós temos para dar, ajudar. Profissões servem para ajudar pessoas, aproximar pessoas, servir pessoas. Devemos sonhar nossos sonhos pessoais e conquistá-los, porém nossa realização será completa quando valorizarmos pessoas.







Todos nós somos importantes, todos nós somos servidores e servidos. Pacientes não são números ou doenças. Nosso colega de sala é uma pessoa e precisa ser valorizada. Pessoas são importantes, servir pessoas é o segredo.
2 comentaram

2 comentários :

  1. Ótima postagem Renato! Precisamos de mais pessoas que pensem como você.Precisamos de mais profissionais que sejam humanos,e não apenas movidos pelo materialismo.Biomédicos e todos os profissionais da saúde existem para uma única coisa:manter a vida,e lutar por ela,que o maior dom que nós temos.Não podemos simplesmente passar por cima disso tudo.Então,que sejamos excelentes profissionais,mas acima de tudo,excelentes seres humanos para o bem no nosso próximo.

    ResponderExcluir

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...