quarta-feira, 12 de outubro de 2011


. .
Leucemia infantil mais perto da cura


"Leucemia infantil mais perto da cura" foi título de uma matéria do jornal diário Metro Campinas, do dia e de setembro de 2011. A matéria traz como tema o trabalho da pesquisadora Priscila Pini Zenatti - do Centro Infantil Boldrini atua há 33 anos no cuidado de crianças e adolescentes com câncer e doenças hematológicas - que foi publicado na revista "Nature Genetics". 

A pesquisa mostra que a proteína IL7R defeituosa leva à proliferação descontrolada das células na leucemia linfoide aguda T (LLA-T), revelando que 10% dos 201 pacientes estudados com leucemia linfoide aguda T possuem essa mutação ILR7.
Os estudos podem abrir portas, e será usado a curto prazo para o tratamento da doença que atinge cerca de 30% de todas as neoplasias em pacientes menores de 15 anos, e é o tipo de câncer mais frequente em crianças e adolescentes.
Pela primeira vez, a mutação da ILR7 (Receptor da Interleucina 7) foi descrita, e o que mais traz orgulho para a comunidade cientista do Brasil,é que foi uma pesquisa iniciada e realizada por brasileiros, com a colabração de alguns centros de pesquisa dos EUA e Europa.



" É preciso agora entender se há algum fator genético ou ambiental que predisponha a ocorrência da mutação."
José Andrés Yunes,pesquisador e coordenador do estudo




Fontes: Jornal da UNICAMP - < http://www.unicamp.br/unicamp/unicamp_hoje/ju/setembro2011/ju506_pag8.php> e Metro Campinas.
0 comentaram

0 comentários :

Postar um comentário

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...