domingo, 5 de novembro de 2017


. .
Ferramentas da qualidade aplicadas a laboratórios - Por Mayara Montani

As ferramentas da qualidade são essenciais para qualquer empresa que tenha como objetivo o crescimento e competitividade no mercado.
Como consequência da implementação de um sistema da qualidade e suas ferramentas, as empresas tendem a reduzir perdas, reanálises e retrabalhos; potencializar e otimizar processos e procedimentos; identificar falhas e oportunidades de melhoria; agilizar resultados; aumentar os lucros e obter satisfação dos clientes.
A preocupação com a qualidade dos processos de gestão laboratorial tem aumentado a cada dia. Foram desenvolvidos programas de avaliação e certificação da qualidade que conferem ao laboratório um certificado do nível de qualidade dos serviços prestados de acordo com a avaliação recebida.
Juntamente com a evolução da gestão da qualidade nesse segmento, as empresas viram a necessidade de adotar métodos e ferramentas para dar suporte no gerenciamento da qualidade. As ferramentas clássicas têm como objetivo auxiliar e apoiar na tomada de decisões para a resolução de problemas ou para melhoraria dos processos e serviços prestados.
Em laboratórios, a produtividade traduz-se na prática da qualidade nas etapas de recebimento e cadastro das amostras, preparo da amostra, análise e liberação do resultado, de modo que seja atrativo do ponto de vista econômico, de satisfação para o cliente, com a diminuição de tempo de liberação dos resultados e reanálises, levando a um aumento da competitividade.
A abordagem sistematizada de problemas é um ponto importantes de um programa da qualidade. Diversas ferramentas foram desenvolvidas com a finalidade de auxiliar o profissional a compreender os problemas que ocorrem em seu dia a dia e a encontrar soluções adequadas para os mesmos. Permitem antecipar falhas, de modo a planejar, atribuir ações corretivas e preventivas ao longo do processo, diminuindo a variabilidade, promovendo também a diminuição dos custos associados à reanálises, erros cometidos e atrasos, promovendo um ciclo de melhoria contínua.
Ter informações exatas sobre o que está ocorrendo modifica a forma de atacar os problemas, ao invés de buscar soluções por tentativa e erro, pode-se analisar a questão de forma organizada e projetar uma solução adequada.
A escolha de qual ferramenta utilizar depende do problema a ser analisado, das circunstâncias que serão aplicadas, das informações obtidas e do conhecimento do processo avaliado. As ferramentas podem ser usadas isoladamente, mas, normalmente, são utilizadas em conjunto, uma complementando a outra, potencializando assim os resultados obtidos. O uso dessas ferramentas tem como objetivo a clareza no trabalho e principalmente a tomada de decisão com base em fatos e dados, ao invés de opiniões, utilizando técnicas específicas e gráficas que produzem melhores resultados do que os processos não estruturados.
A sua aplicação em laboratórios visa melhorar processos de forma geral, desde a fase pré-analítica, analítica até a pós-analítica. As ferramentas, quando utilizadas em conjunto, atuam em diversas frentes, buscando essencialmente diminuir as perdas relativas a reanálises, retrabalhos e desperdícios de materiais, insumos e reagentes; otimizar processos, agilizando tempo de coleta e segregação das amostras, bem como análise e processamento dos dados e resultados obtidos, garantindo rapidez na emissão dos laudos, com confiabilidade e competitividade frente as empresas concorrentes.
  


Fluxograma, Brainstorming, 5s, Kaizen, Gráfico de controle, Diagrama de causa e efeito, 5W2H, Ciclo PDCA, Diagrama de pareto e Folha de Verificação são alguns exemplos de ferramentas da qualidade que podem ser aplicadas em laboratórios.

REFERÊNCIAS

DA GRAÇA BECKER, Maria; SELOW, Marcela Lima Cardoso; TONIOLO, Rucieli Maria Moreira. A IMPORTÂNCIA DO CONTROLE DE QUALIDADE EM LABORATÓRIOS CLÍNICOS. Revista Dom Acadêmico, v. 1, n. 1, 2017.
LUCIETTO, Deoclides et al. Ferramentas da Qualidade. Simpósio Científico de Graduação e Pós-Graduação, 2011.
MARTELLI, Anderson. Gestão da qualidade em laboratórios de análises clínicas. Journal of Health Sciences, 2015.

0 comentaram

0 comentários :

Postar um comentário

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...