terça-feira, 30 de dezembro de 2014


. .
Meu depoimento sobre a faculdade

O ano de 2014 foi, sem dúvidas, muito importante e especial. Pelo menos para mim e para a minha turma de formandos, da Universidade Paulista, de Campinas. Sim, acabou! Sim, somos biomédicos!
É tudo tão incrível e ao mesmo tempo assustador. Assustador no sentido de que estamos diante do novo, e agora com uma responsabilidade indiscutível nas mãos. A sensação é de que todo o tempo que reclamamos para que passasse rápido porque “não aguentávamos mais a pressão” realmente passou. E passou voando! Foram quatro anos cansativos, com muita pressão, muita correria (principalmente este último)... os mais intensos de todas as nossas vidas, creio eu. Foi um tempo de intensa aprendizagem, grandes e boas amizades, viagens... Certa vez escrevi aos calouros que a faculdade seria para eles uma das melhores fases de suas vidas. Hoje posso dizer com propriedade que realmente é.
O primeiro ano é sempre uma descoberta, e o ritmo começa a ficar mais intenso a cada dia “esfregando na nossa cara” que logo seremos profissionais, e que isso não é brincadeira (rsrs). Mas foi aí que o amor pela Biomedicina começou a ficar ainda maior e foi sendo lapidado...
Foi já no primeiro ano da faculdade, mais precisamente em maio de 2011, que nasceu o Biomedicina em Ação. A intenção era unir o meu gosto por escrever, com o amor pela Biomedicina, e de quebra, seria uma forma de estudar. Chamei o Jonatam Crispim (autor do blog) para vir nessa comigo, e para que levássemos à turma um apanhado de todo o conteúdo, e ajudássemos na hora de estudar. E por causa do blog, a minha vida na faculdade foi ainda melhor. Além de ampliar minha visão, tive a oportunidade de conhecer grandes nomes da Biomedicina, fazer bons amigos e parcerias. Logo chegou mais um colunista para o blog, o Élio Carvalho, que veio a contribuir positivamente para conteúdos antes não explorados.
Hoje sou muito feliz em dizer que sou colega de profissão de grandes biomédicos que sempre admirei muito e tive a oportunidade de conhecer, como o Dr. Jeffchandler, Dr. Roberto Figueiredo, o Brunno Câmara, e o Dr. Victor Proença.


Os anos seguintes da faculdade continuaram a proporcionar grandes experiências, como o XII Congresso Brasileiro e I Internacional de Biomedicina, em São Paulo, sem contar nos inúmeros cursos que tive a oportunidade de participar. O último deles, talvez o mais especial, foi o III Curso de Verão em Biologia Celular e do Desenvolvimento da USP, em São Paulo. Duas semanas incríveis! Preciso deixar registrado aqui o meu carinho pelos amigos que fiz durante este curso, e o conhecimento que levarei para toda a vida.


Muita gente me pergunta o que fazer para aproveitar bem a graduação, e eu sempre digo que é preciso fazer a diferença. Eu me orgulho de ter feito parte de uma turma que se fez ser notada. Fomos a primeira turma a criar eventos acadêmicos e minicursos para o curso de Biomedicina da Universidade, e inicialmente sem grande apoio da mesma.




E daí a faculdade foi preenchida também com monitorias, o estágio no Laboratório de Microbiologia do Departamento de Patologia Clínica da Unicamp e a iniciação científica no Laboratório de Bioenergética e Defesas Antioxidantes em Tripanosomatídeos do IB/Unicamp. E a comissão de formatura!!! É, arrumamos tempo para nos dedicarmos a isso também!  


Agradeço muito pelas conquistas e pelo aprendizado... mas principalmente agradeço à turma de 2011, aos amigos que se tornaram minha família... aos que se desesperaram, choraram, riram, abraçaram, e que hoje, junto comigo, são biomédicos competentes.


Este post foi mais um agradecimento e uma retrospectiva dos anos que vivi para tornar-me biomédica, e uma homenagem a minha turma (noturno e matutino). Vocês me proporcionaram quatro anos incríveis da minha vida, e deixo aqui um abraço a cada um de vocês, e meu desejo de que todos sintam-se realizados pessoal e profissionalmente.
É... acabou! O que eu sinto é que aprendi muito e estou pronta, mas ainda não sei nada. Isso faz sentido? Talvez faça, já que estou pronta para aprender ainda mais. Pronta para nunca mais parar de buscar o novo, para aprimorar o meu conhecimento e querer colocá-lo em prática.
 ----------------------------------------------------------------------------------------------------------
A todos os leitores do Biomedicina em Ação, principalmente àqueles que estão em dúvida em cursar esta faculdade, espero que este post possa lhes incentivar.
“Escolha um trabalho que você ame e não terás que trabalhar um único dia em sua vida”
1 comentaram

Um comentário :

  1. Cara!! Eu fiquei A - P - A - I - X- O - N - A - D - A pela profissão, e gostaria de saber, como anda o mercado de trabalho para biomédicos?

    ResponderExcluir

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...