Mostrando postagens com marcador ENTRETENIMENTO. Mostrar todas as postagens
Mostrando postagens com marcador ENTRETENIMENTO. Mostrar todas as postagens

quinta-feira, 25 de fevereiro de 2021


. .
Pesquisadores idealizam jogo para incentivo à vacinação

Jogo VACC. Fonte: levacc.csbiology.org

E quando a gente consegue aprender e conscientizar de uma forma divertida, é muito melhor, não? O pesquisador Prof. Dr. Helder Nakaya e outros membros da Campanha Todos Pelas Vacinas desenvolveu um jogo bem bacana que traz, além do tema principal que é a importância da vacinação, pontos muito relevantes como a importância da máscara e do isolamento social, a imunidade de rebanho, as variantes virais que surgem em epidemias e como elas podem escapar da proteção da vacina e até o perigo de se acreditar em Fake News.

O nome do jogo é VACC, e faz parte de um projeto de informatização das Cadernetas de Vacinação chamado Levacc, para uma melhor administração da vacinação de toda a população, o que poderia auxiliar a impedir epidemias e erradicar doenças. A idealização desse projeto teve apoio do INCT de Vacinas do CNPq, do Núcleo de Apoio à Pesquisa em Vacinas da USP e da Universidade Federal do Paraná. A mecânica do jogo foi feita pelo Claudio Torres que faz informática biomédica na UFPR, com design de Allan de Carvalho do laboratório do Dr. Nakaya na USP e música do prof. Murilo Geraldo da UNICAMP.

Créditos do jogo e apoiadores. Fonte: levacc.csbiology.org

 Para jogar, basta utilizar o mouse e o teclado do computador. Simples, mas muito necessário! Vale a pena conferir. Clique aqui para acessar o jogo. 


Fonte: levacc.csbiology.org

0 comentaram

segunda-feira, 20 de maio de 2019


. .
Juntos e Shallow Now, versão biomédica


😅

0 comentaram

terça-feira, 18 de abril de 2017


. .
Segura aqui meu microscópio!


Não deixo barato não! 
0 comentaram

quinta-feira, 8 de dezembro de 2016


. .
Aprenda imunologia jogando!

Imagem do jogo. Fonte: CRID.


Como sempre, achamos muito válido aprender com um toque de diversão. Se você ainda não viu, sempre postamos jogos, filmes e livros que além de entretenimento, nos trazem muito aprendizado sobre a área.
Hoje viemos falar do Immuno Rush, um jogo criado pelo CRID (Center for Reseach in Inflammatory Disease) em parceria com a Manifesto Games. O jogo traz os elementos dos clássicos da defesa imunológica afim de combater microrganismos invasores que percorrem um caminho pelo corpo humano. Conforme o jogador vai passando as fases, os invasores vão ficando mais fortes e diferentes células de defesa vão surgindo, exigindo, assim, que o jogador elabore estratégias cada vez mais complexas para vencer.
O jogo também tem uma seção chamada “enciclopédia”, na qual o jogador pode ler e se informar um pouco mais sobre os invasores e sobre as células de defesa do corpo humano. O intuito é provocar, de modo lúdico, a curiosidade e a vontade de aprender do jogador. Ao ter contato com a área de imunologia no jogo, espera-se despertar o interesse do jogador e que este se sinta compelido a buscar mais informação.

Para jogar é fácil: basta acessar o site por este link ou pode ser baixado para celular na Apple Store ou Google Play.

Fonte: CRID
0 comentaram

sábado, 19 de novembro de 2016


. .
CRBM homenageia biomédicos com vídeo em stop motion

Para homenagear os biomédicos, já que o nosso dia está chegando, o CRBM 1ª Região em parceria com o canal Bricking Science, criou um vídeo em stop motion. Uma linda e super bacana homenagem a todos nós! Confiram:



PARABÉNS A TODOS OS BIOMÉDICOS!!!
0 comentaram

segunda-feira, 7 de novembro de 2016


. .
Biomédicos em Ação - FIT/UNAMA


A Ana Paula Martins enviou a nós uma foto em que ela, junto com a sua turma de Biomedicina da FIT/UNAMA, visitaram o Laboratório de Anatomia da UEPA. Segundo ela “foi uma experiência incrível” e ela quis eternizar esse momento através do Biomedicina em Ação!

Bacana né?! Quer participar do blog? Faça como a Ana Paula, envie também a sua foto! Saiba mais clicando aqui.
0 comentaram

quinta-feira, 20 de outubro de 2016


. .
Tem como não, moço...

0 comentaram

terça-feira, 18 de outubro de 2016


. .
Vai um bolinho aí?

Que tal uma festa de Halloween com bolos muito inusitados? Desconfio até que, para biomédicos e todo o pessoa da área da saúde, esses bolos acabam não dando medo nenhum e são demais!!!



Os bolos são obras primas de Yolanda Gampp, que tem um canal no Youtube (How to cake It) ensinando a fazer bolos um tanto quanto inusitados. Dá só uma olhada!


Confira os vídeos completos:





E aí, encara um desses?
0 comentaram

quarta-feira, 25 de maio de 2016


. .
50 fatos sobre a Biomedicina


No ano de 2016, a Biomedicina completa 50 anos! Em 1966 começava a aula inaugural do curso de Biomedicina, na UNIFESP, e depois em outras universidades, como a UERJ, inicialmente com o nome de “ciências biológicas – modalidade médica”).
E também esse ano, o Biomedicina em Ação completa 5 anos! Nascemos em meio de 2011, e seguimos até hoje, com muitas mudanças, novos conteúdos, parcerias, aprendizado e novidades.
Uma das novidades é o nosso canal no Youtube, e é para lá que nós vamos hoje, para comemorar esses grandes acontecimentos de 2016!
Que tal comemorar com os “50 fatos sobre a Biomedicina”? Inovei, e ao invés de falar “sobre mim” falei sobre a minha (e a nossa) paixão. Vem conferir!!!



Parabéns biomédicos que estão a cada dia na luta constante de salvar e preservar vidas, além de lutar por uma melhor colocação no mercado de trabalho e pelo melhor reconhecimento da profissão. E obrigada pelos quase 900 mil acessos no blog e 22 mil curtidas no facebook! São milhares de biomédicos em plena ação, que com certeza fazem toda a diferença para o desenvolvimento da saúde. 
0 comentaram

sábado, 30 de abril de 2016


. .
Menina explica através de vídeo a profissão dos pais

Um casal de biomédicos resolveu compartilhar conosco o vídeo de Manuela, uma garotinha linda es muito esperta. Eles ensaiavam com ela para uma apresentação na escola. Vejam o vídeo e apaixonem-se!


Está explicado ou precisa mais?
0 comentaram

quarta-feira, 20 de abril de 2016


. .
Mona recatada


0 comentaram

segunda-feira, 29 de fevereiro de 2016


. .
E sobre o meu esfregaço, Glória?


0 comentaram

quarta-feira, 24 de fevereiro de 2016


. .
Microbiologista diferentona


0 comentaram

terça-feira, 23 de fevereiro de 2016


. .
Aquela velha história...


0 comentaram

segunda-feira, 22 de fevereiro de 2016


. .
Fofura do dia!


0 comentaram

quinta-feira, 8 de outubro de 2015


. .
Senhora biomédica


0 comentaram

domingo, 27 de setembro de 2015


. .
Da vida real para a ficção

Etimologicamente, a palavra neurociência quer dizer: qualquer ciência, ramo de ciência ou conjunto de conhecimentos que se refere ao sistema nervoso. É uma área apaixonante, que nos apresenta várias vertentes e possibilidades de estudos. No Brasil, temos uma grande neurocientista, Suzana Herculano-Houzel, que além de produzir ciência, luta pelo reconhecimento do cientista como profissional.
Mas hoje, viemos apresentar a vocês, uma neurocientista que muitos conhecem na ficção, mas poucos sabem que ela é Ph.D em neurociência na vida real. Já ouviu falar da atriz Mayim Bialik? Melhor... a Amy Farah Foweler, uma nerd neurocientista, namorada do Sheldon (Jim Parsons), da série americana The Big Bang Theory. Conseguiu identificar?


Pois é, ela não só interpreta uma cientista como vive isso na realidade. Mayim Bialik é doutora em neurociência. Foi aceita em Harvard e Yale, mas recebeu seu Ph.D pela UCLA (University of California, Los Angeles) em 2008. Além de neurocientista, é autora de dois livros.

Mayim Bialik com um dos seus livros
Como atriz, foi indicada três vezes ao Emmy de melhor atriz coadjuvante pela sua interpretação em The Big Bang Theory, onde interpreta uma nerd cientista com um toque de excentricidade. Bialik é a única atriz da série de nerds a ostentar o título na vida real.

Cenas de The Big Bang Theory
Em um vídeo publicado em 2013 pelo canal do youtube “NOVA's Secret Life of Scientists and Engineers”, Mayim conta sobre a sua paixão pela ciência que vem desde criança, mas que nunca se imaginou seguindo esta carreira. “Eu achava que ser cientista era difícil demais e que eu não havia sido feita para isso”, diz. Mas na época de Blossom (uma série dos anos 90), seu desejo por se tornar cientista foi ainda maior pelo incentivo de uma professora. Seguiu então para a UCLA assim que o seriado acabou. Se dedicou ao doutorado e ao ensino em universidades.



Voltou à TV para interpretar uma personagem que tem muito dela mesma. “Amy tem um pouco de mim, ou melhor, várias coisas. Não é difícil interpretá-la porque empresto algumas características minhas a ela e a combinação disso é o que a torna divertida e séria ao mesmo tempo”. E Mayim ainda afirma o seu amor pela ciência e pela arte, e diz que é sim possível se apaixonar pelos dois ao mesmo tempo. Afirma ainda diz que seus professores a questionavam sobre o mundo da fama como atriz, e ela respondia: “mas ser uma cientista pode ser tão excitante, criativo e interessante quanto ser atriz”.
Um ponto que levantamos aqui é o que o site Guia do Estudante chamou a atenção: não é preciso se focar em uma só área e não se permitir conhecer ambientes totalmente distintos. Além disso, Mayim e a brasileira Suzana Herculano estão mostrando ao mundo que as mulheres estão cada vez mais inseridas na ciência, produzindo e se aperfeiçoando. Não deixa de ser um orgulho a todos nós!

Fontes:
0 comentaram

quarta-feira, 19 de agosto de 2015


. .
Os Meninos do Brasil - FILME


Os Meninos do Brasil é um filme de 1978 (vocês encontram também o livro), que faz menção às barbaridades do nazismo e aborda sob uma temática de ficção científica, a clonagem humana. A história tem como protagonista o médico Joseph Mengele (Gregory Peck), que fez milhares de experiências genéticas com judeus (inclusive crianças), viveu no Paraguai e planejou o nascimento do 4º Reich. Para obter tal objetivo, utiliza várias mães de aluguel em uma clínica brasileira para fazer 94 clones de Hitler quando ele era um garoto, e enviá-los para serem adotados em diversos países.
Além disso, Mengele escolhe famílias que se pareçam com a de Hitler e cria situações para traçar o psicológico dos garotos clonados. Entretanto Ezra Lieberman (Laurence Olivier), um judeu que é um caçador de nazistas, descobre a trama e tenta impedir que tal plano se concretize.


Apesar de ficção científica, o filme trata da realidade. Mengele foi um médico alemão, conhecido como “Anjo da Morte” que se filiou ao partido nazista na Segunda Guerra Mundial. Ao final da guerra, ele fugiu para a América do Sul, passando pelo Brasil, onde montou um laboratório para realizar suas experiências genéticas. 


Há questionamentos sobre a veracidade das experiências com clones apresentada no filme. Isto porque em Cândido Godói, uma pequena comunidade no sul do Brasil, há mais de 50 pares de gêmeos, sendo a maioria deles loiros e de olhos azuis. Os rumores indicam que possivelmente um médico alemão passou por lá, e relatos de que foram feitas muitas experiências com gêmeos e mulheres, com aplicação de medicamentos desconhecidos e inseminação artificial.

Gêmeos de Cândido Godói
Alguns pesquisadores descartaram o envolvimento de Mengele com esse fenômeno, mas obviamente, os rumores continuaram. Esse foi o tema de um documentário da National Geographic: “Os gêmeos de Mengele”.

Gostou e quer assistir ao filme? 

**********************************************************************
Este é um filme que retrata bem a bioética, uma das questões a serem trabalhadas pelo biomédico, mesmo antes de entrar na profissão. Sobre este filme, bioética e outras indicações de livros e séries, ouça o novo episódio do Biomedcast!

http://biomedcast.com/
Fui convidada a dar um toque feminino ao cast, representando o XX que estava faltando ali em meio aos XY! Rsrs O cast está bastante divertido e informativo. Esperamos que gostem!

Fontes:
Adoro Cinema
NatGeoTv
0 comentaram

quinta-feira, 13 de agosto de 2015


. .
Microbiologia também é arte! #dia4

Os microbiologistas sempre defendem a beleza da microbiologia e o quão incrível é acompanhar o crescimento de culturas e observar as características de cada uma. A microbiologia por si só já é encantadora, com todas as suas cores e formas. Claro que só quem é apaixonado pela área concordará com isso, e é claro também que quando falamos de microrganismos patogênicos, a beleza acaba ficando em segundo plano.



O fotógrafo e microbiologista Seung-Hwan Oh, também conhecido por Tonio Oh, consegue chamar a atenção mesmo daqueles que não gostam de microbiologia. Isso porque ele mistura arte e ciência como ninguém. Oh mistura o orgânico ao artificial, “tratando” as suas fotos com um composto cheio de bactérias. O fotógrafo diz que a sua intenção é “explorar a impermanência da matéria, bem como as limitações materiais da fotografia”. As bactérias literalmente consomem as fotos e causam efeitos incrivelmente belos.

Mais fotos de Tonio Oh (clique para ampliar):

  







Fontes:
Beautiful Decay
0 comentaram

domingo, 5 de julho de 2015


. .
Gabaritando no exame de sangue - por Portas dos Fundos

0 comentaram
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...