Mostrando postagens com marcador BIOMEDICINA. Mostrar todas as postagens
Mostrando postagens com marcador BIOMEDICINA. Mostrar todas as postagens

sexta-feira, 9 de abril de 2021


. .
O retorno do canal l QUEM SOU EU?

E aí galera que curte o Biomedicina em Ação, tudo bem com vocês?



Estamos de volta no YouTube! O Canal está todo repaginado para melhor compartilharmos nossas experiências.

O vídeo de estreia está lá no canal hoje (09/04) às 12h00 (horário de Brasília). Será mais um espaço para compartilharmos conhecimento, discutirmos sobre ciência e tudo o que envolve a saúde.

Espero por todos vocês também no YouTube!


0 comentaram

sábado, 10 de junho de 2017


. .
Ética na pesquisa científica: qual a importância?


Já tratamos aqui sobre um acontecimento envolvendo cientistas japoneses e uma descoberta que aparentemente daria novos rumos à medicina regenerativa (clique aqui para ler a matéria).  A história que no começo foi tratada como fraude, mas no fim não passou de inexperiência, cabe bem ao assunto desse post.
A ética na pesquisa científica é algo que por vezes se mantém longe de discussões, e só volta a ser mencionada quando algo polêmico aparece, como publicação de artigos com dados inverídicos, ou mesmo o que podemos chamar de corrupção, quando o grupo de pesquisa acaba por se tornar uma fábrica de artigos sem qualidade.
A Revista Fapesp do mês de maio trouxe nas suas páginas iniciais uma matéria muito interessante sobre isso. Em abril deste ano, as Academias Nacionais de Ciências, Engenharia e Medicina dos Estados Unidos criaram um relatório com 11 recomendações para que os problemas envolvendo a ética sejam diminuídos, e para que os indícios de má conduta sejam investigados.
É difícil acreditar que, também na ciência, há chantagens e propostas antiéticas ligadas à ação fraudulenta de empresas e instituições que se propões a ajudar pesquisadores a publicar artigos ou prestam consultoria sobre ética na pesquisa. Um caso que retratada essa situação é o de uma empresa chinesa de redação científica que propôs ao editor da revista Diabetic Medicine, Richard Holt, o que eles chamaram de “negócio colaborativo”. Nesse “negócio”, Richard receberia US$ 1 mil por artigo aceito para publicação. Eles argumentavam que era difícil para médicos chineses publicarem em revistas de prestígio, principalmente por barreiras linguísticas e, portanto, pediram para que o editor os ajudasse com isso. Entretanto, Holt respondeu que isso se tratava de um ato antiético e encaminhou o caso ao Cope (Committee on Publication Ethics), um fórum de editores com sede em Londres que trata de temas ligados à integridade científica.
E o paper inspirado em seriado de comédia? Pois é. A revista Urology & Nephrology Open Acess Journal publicou um artigo assinado pelo Dr. Martin van Nostrand, sobre um estudo de caso de uma doença chamada “uromycitisis”, doença que fazia com as pessoas fossem obrigas a urinar quando sentissem vontade, mesmo em locais públicos, caso contrário poderiam morrer. O problema é que esse tal Dr. Nostrand era um pseudônimo criado por um dos personagens de uma série de ficção que se passava por médico em alguns episódios, e a uromycitisis também era fruto da imaginação do comediante que escreveu a séria, Jerry Seinfeld, em que o personagem principal precisava inventar uma desculpa para o policial que o flagrou urinando em uma garagem.
Está mais do que clara a importância de se utilizar a ética na divulgação científica. É a partir de um artigo que outros são gerados, que descobertas são feitas e que vidas podem ser mudadas.

Para ter acesso às recomendações das Academias Nacionais de Ciências, Engenharia e Medicina dos Estados Unidos, acesse: www.nap.edu/21896


Fonte: A importância de dar um passo adiante. Maio 2017. Revista Fapesp, n.255, p.8-10.
0 comentaram

sábado, 27 de maio de 2017


. .
Site reúne bolsas de mais de 800 universidades brasileiras - Parceria Quero Bolsa

Educação sempre foi um assunto sério, e frente ao cenário brasileiro atual, ter acesso principalmente ao ensino superior, infelizmente, não é para qualquer um. Com cortes nos programas do governo como Fies e Prouni, tanto estudante quanto universidades privadas acabam perdendo. Eis que há outra alternativa para que os estudos caibam no orçamento! Uma ideia genial que surgiu para promover maior acessibilidade do estudante ao ensino superior, e aumentar o volume de crédito das universidades, já que com a queda nos financiamentos, o número de matrículas também caiu.
Que tal um site que reúne e compara valores de cursos de mais de 800 faculdades do Brasil, e ainda por cima oferece bolsas de até 75% de desconto? Parece interessante, não? Hoje apresentamos a vocês, o novo parceiro do Biomedicina em Ação, o Quero Bolsa. Trata-se de um site administrado pela empresa Quero Educação, que surgiu em 2010, e entre os seus investidores, estão alguns dos maiores nomes da internet brasileira, como Romero Rodrigues, fundador do site Buscapé, e Julio Vasconcellos, fundados do Peixe Urbano.


No Quero Bolsa, tanto o aluno quanto a universidade parceira são beneficiados. Para os estudantes, são concedidas bolsas de até 75% até o final do curso! E não se trata de financiamento, portanto, não gera dívida futura. Para as universidades, a matrícula online facilita o processo, o site otimiza a captação de estudantes e proporciona maior rentabilidade, ocupando vagas ociosas.
Até hoje, mais de 100 mil estudantes se matricularam pela plataforma, ocupando vagas nos mais de 10.000 cursos presenciais ou à distância, oferecidos no site.
O Biomedicina em Ação, como um portal de divulgação do conhecimento e do incentivo à ciência e educação, se juntou ao Quero Bolsa para levar o acesso ao ensino a mais pessoas.
Quer conhecer mais sobre a plataforma? É só clicar no banner abaixo e buscar pela universidade mais próxima de você! 


   Espero que gostem dessa parceria! Talvez essa seja a sua chance de se tornar um biomédico!


Fontes: 

0 comentaram

terça-feira, 14 de março de 2017


. .
A especialização do futuro: Biotecnologia

É claro que você já ouviu falar de transgênicos, de materiais biodegradáveis, biocombustível, vacinas, e outros produtos ou processos que utilizam a tecnologia e agentes biológicos, certo? Isso é só uma parte de uma das áreas mais promissoras da atualidade, a biotecnologia.



 Segundo a ONU, a biotecnologia é qualquer aplicação tecnológica que utilize sistemas biológicos, organismos vivos ou modificados, para fabricar ou modificar produtor ou processos com finalidade específica. Trata-se de uma área interdisciplinar que está fortemente ligada à pesquisa científica e tecnológica, e nos últimos tempos deu
A Biotecnologia moderna engloba áreas de aplicações biológicas em saúde e biomedicina, na agricultura e na produção de insumos industriais. Dentre as disciplinas que constituem as bases da Biotecnologia destacam-se aquelas das áreas biológicas (principalmente microbiologia e biologia molecular), das áreas químicas (química orgânica, química analítica e bioquímica) e das áreas de engenharia (principalmente engenharia bioquímica ou de bioprocessos).
A biotecnologia tem aplicações até onde menos se imagina! Na indústria farmacêutica, por exemplo, é aplicada no desenvolvimento de novas drogas, farmacoterapias, produção e melhoramento de antibióticos, produção de proteínas recombinantes para fins terapêuticos, vacinas, estabelecimento de terapias gênicas e outras estratégias para o tratamento de doenças animais e vegetais. Para quem trabalha com análises clínicas, os testes de diagnóstico clínicos têm biotecnologia envolvida. Na agricultura, está presente no desenvolvimento de novas variedades de cultivos e organismos transgênicos, como foi citado no início do texto. Além disso, vemos suas aplicações na indústria alimentícia, com a produção e controle de qualidade de produtos alimentícios e bebidas.
Até mesmo o tratamento de esgoto e efluentes industriais, a produção de biocombustível, bioremediação, desenvolvimento de biorreatores, softwares e consumíveis da área, e o desenvolvimento de biomateriais reparativos e bioindutores, produção de órgãos e tecidos biológicos ex-vivo que ajudam na constante evolução da medicina.
Um dado interessante: estima-se que em 2030, a área de Biotecnologia contribua para 80% dos novos medicamentos, 35% da produção química e 50% da produção do setor primário. E no Brasil, é uma das principais linhas de ação de Pesquisa, Desenvolvimento e Inovação em áreas consideradas estratégicas pelo Ministério de Ciência, Tecnologia e Inovação (MCTI).

ONDE ESTUDAR?

Atualmente, já existem cursos de graduação na área, e cursos de pós-graduação lato sensu (especialização). A Faculdade de Jaguariúna (FAJ) oferece o curso de pós-graduação, buscando formar alunos capacitados para o mercado de trabalho. O curso é reconhecido pelo MEC através do credenciamento FAJ-MEC: Portaria MEC n° 586 de 03/05/2000 publicada no DOU de 05/05/2000, e tem duração de 27 meses. As aulas terão periodicidade quinzenal, e serão ministradas na Faculdade de Jaguariúna – Campus II.

Carga horária: 472 horas.
Período: início previsto para final de março, de acordo com o fechamento de turma.
Investimento: valor da matrícula com 10% desconto para leitores do Biomedicina em Ação. Valores de mensalidades – 27 parcelas de R$520,00.



Ficou interessado? Então corra e faça a sua pré-inscrição para obter o desconto! Garanta seu espaço em uma das áreas mais promissoras da atualidade! 


https://docs.google.com/forms/d/1AlrIK7J9gLgL7cGIRCTf5wxwqmT4YKeL51UM0iF-CZk/viewform?edit_requested=true


Fontes: Unifesp
0 comentaram

domingo, 20 de novembro de 2016


. .
Sempre há tempo para seguir um sonho! - especial 20 de novembro

Chegamos a mais um 20 de novembro. Dia muito especial a nós, profissionais que lutam constantemente pela saúde, pela ciência, mesmo que nos bastidores. A cada dia uma nova descoberta nos alegra, saber que podemos melhor a vida de alguém, dar melhores condições através de um diagnóstico, fazer parte da equipe que salvou a vida de uma pessoa.
Hoje, o blog Biomedicina em Ação resolveu homenagear estes profissionais contanto uma história de muita coragem. Falo de uma futura biomédica, que resolveu mudar todo o rumo da sua vida pelo amor à ciência da vida, por amor à Biomedicina. Vale a pena a leitura: 



“Minha história com cursos na área de saúde começou há algum tempo, há quase 6 anos. Em 2010, no meio do ensino médio passei para o curso de farmácia na UnB, uma das maiores alegrias que tive. Meu sonho era aquela universidade. No entanto por problemas da vida precisei sair da faculdade... Que choque! Em 2011 para alegria da minha família iniciei no Direito, um ótimo curso (para minha família) e para mim só um curso.
Sempre fui dedicada, terminei a graduação em Direito aprovada no exame de ordem, apresentei o TCC e tirei 10. Iniciei 2016 achando que como já tinha chegado até ali conseguiria tranquilamente seguir na carreira profissional, passar num concurso público, doce engano. Entre janeiro de 2016 e novembro desse mesmo ano tive certeza que não era "aquilo" que eu queria, meu Deus e agora?
Decidi que era hora de assumir minhas vontades, comecei a pesquisar de novo sobre meu curso de farmácia e aí conheci a BIOMED, comecei a pesquisar, vi vídeos no YouTube, me senti uma adolescente saindo do ensino médio rs, tive a certeza da vida, da minha vida. Me apaixonei pela biomed, meu nível de ansiedade para o início das aulas está lá em cima e o melhor.
Estou muuuuuito feliz e olha que ainda nem começou. Ah, e parabéns a todos os biomédicos!


Que todos nós tenhamos esta mesma coragem, para tudo em nossas vidas. E que todos nós vejamos a nossa profissão com a mesma empolgação de quando iniciamos, porque é como sempre digo: “o poder da criação é divino, mas o da transformação é nosso”. Parabéns, biomédicos!
0 comentaram

sábado, 19 de novembro de 2016


. .
CRBM homenageia biomédicos com vídeo em stop motion

Para homenagear os biomédicos, já que o nosso dia está chegando, o CRBM 1ª Região em parceria com o canal Bricking Science, criou um vídeo em stop motion. Uma linda e super bacana homenagem a todos nós! Confiram:



PARABÉNS A TODOS OS BIOMÉDICOS!!!
0 comentaram

domingo, 13 de novembro de 2016


. .
Biomédicos promovem curso em prol de construção de hospital


Os biomédicos do Hemocentro do Amazonas estão de parabéns! Estão organizando um curso de Imunohematologia, para arrecadas fundos visando a construção do Hospital de Sangue.
O curso de Imunohematologia acontecerá de 09 a 18 de dezembro/2016, e contará com conteúdo teórico e prático, com carca horária de 32 horas.
Imagina que incrível aprender, se aprimorar, e ainda por cima, contribuir para uma causa nobre como essa.
As informações estão no folder abaixo, e você pode se inscrever acessando o site: Fundação Sangue Nativo

 


0 comentaram

quarta-feira, 25 de maio de 2016


. .
50 fatos sobre a Biomedicina


No ano de 2016, a Biomedicina completa 50 anos! Em 1966 começava a aula inaugural do curso de Biomedicina, na UNIFESP, e depois em outras universidades, como a UERJ, inicialmente com o nome de “ciências biológicas – modalidade médica”).
E também esse ano, o Biomedicina em Ação completa 5 anos! Nascemos em meio de 2011, e seguimos até hoje, com muitas mudanças, novos conteúdos, parcerias, aprendizado e novidades.
Uma das novidades é o nosso canal no Youtube, e é para lá que nós vamos hoje, para comemorar esses grandes acontecimentos de 2016!
Que tal comemorar com os “50 fatos sobre a Biomedicina”? Inovei, e ao invés de falar “sobre mim” falei sobre a minha (e a nossa) paixão. Vem conferir!!!



Parabéns biomédicos que estão a cada dia na luta constante de salvar e preservar vidas, além de lutar por uma melhor colocação no mercado de trabalho e pelo melhor reconhecimento da profissão. E obrigada pelos quase 900 mil acessos no blog e 22 mil curtidas no facebook! São milhares de biomédicos em plena ação, que com certeza fazem toda a diferença para o desenvolvimento da saúde. 
0 comentaram
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...