Mostrando postagens com marcador ANATOMIA. Mostrar todas as postagens
Mostrando postagens com marcador ANATOMIA. Mostrar todas as postagens

quarta-feira, 1 de maio de 2013


. .
Truncus Arteriosus


E os seriados novamente nos fazendo aprender mais. Em um episódio de Grey’s Anatomy, há uma menção rápida sobre Truncus Arteriosus, o que me levou a pesquisar mais sobre o assunto. Confira na postagem!
------------------------------------------
Truncus Arteriosus é uma doença congênita rara do coração, de causa idiopática, no qual artéria pulmonar e aorta estão unidas em um só vaso (truncus). Isto geralmente ocorre durante as 8 primeiras semanas de gestação. Na prática normal, a artéria pulmonar leva o sangue do ventrículo direito para os pulmões e aorta recebe o sangue bombeado a partir do ventrículo esquerdo para fornecer ao corpo.  Em pessoas com a doença, uma única artéria sai dos ventrículos e depois há uma bifurcação, dividindo as duas artérias. 


3 comentaram

segunda-feira, 12 de março de 2012


. .
Oração ao cadáver desconhecido

  Resolvi postar esta oração, pois é início de ano, muitos calouros .... e o entusiasmo pela tão esperada aula de anatomia está aí. Infelizmente, não são todos que respeitam e levam a aula de anatomia a sério. 
  Nas paredes dos laboratórios de anatomia e nos convites de formatura, encontra-se a Oração ao Cadáver Desconhecido, uma forma de homenagear àqueles que cederam seus corpos ao progresso da ciência e ao nosso aprendizado. 



"Ao curvar-te com a lâmina rija de teu bisturi sobre o cadáver desconhecido, lembra-te que este corpo nasceu do amor de duas almas; cresceu embalado pela fé e esperança daquela que em seu seio o agasalhou, sorriu e sonhou os mesmos sonhos das crianças e dos jovens; por certo amou e foi amado e sentiu saudades dos outros que partiram, acalentou um amanhã feliz e agora jaz na fria lousa, sem que por ele tivesse derramado uma lágrima sequer, sem que tivesse uma só prece. Seu nome só Deus o sabe; mas o destino inexorável deu-lhe o poder e a grandeza de servir a humanidade que por ele passou indiferente."

Karl Rokitansky (1876)

Ao cadáver, respeito e agradecimento.
0 comentaram
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...